Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

PASSEAR COM UMA RAPOSA...PODE ACONTECER

 

 

Coentral.jpgSe me contassem não acreditava.

"Passear com uma raposa sem dar por isso...na maior das tranquilidades"

Aconteceu mesmo 

Ontem o tempo permitiu uma caminhada. Frio muito. Abundante, o ar puro, que me despertava de uma semana trancada em casa e me vivificava os pulmões e, especialmente, a alma. Não simpatizo muito com chuva...

ciprestes Torgal.jpgDeixei a quinta dos meus Amigos e, acompanhada por uma garrafa de água, um mini termos com chá quente e uns quadrados de marmelada que me foram colocados na mochila sem direito a reclamar, encaminhei-me pela estrada que leva à ribeira e dali à serra.

Concentrar-me na respiração e nos rumores que as águas me trazem é um exercício pacificador, relaxante.

 As preocupações desaparecem sem dar por isso.

O tempo voa...(Vou-me regulando pelo relógio da aldeia que anuncia os "quarto, as meias e as horas".)

Pauzinho 20 002.JPGPois, acreditem ou não, foi ao parar junto a um café que me dei conta de que era acompanhada por uma raposa... não o cão que, por vezes, me acompanha e cujo nome desconheço.

"Ora venham ver ...a "senhora" hoje vem acompanhada por uma raposa".

Olhei incrédula.

Julgei tratar-se de uma das brincadeiras do Luis , conhecido por uma imaginação sem limites.

Não era.

Era mesmo uma raposa, pequena, bem parecida com um cão. Ou seria que o inesperado/inacreditável nem me levantou suspeitas?!

Não sei.

Com ela partilhei parte do caminho, quadrados de marmelada e...pensamentos verbalizados..

Segundo me disseram as raposas, veados e esquilos descem a serra para se alimentarem.

"Não fazem mal se não os provocarmos. Com os lobos a conversa é outra".

Esquilos...esses já os vira quando se me anteciparam na "apanha" das nozes...

Veados, raposas...nunca tinha vislumbrado por perto da aldeia.

Coentral CM.pngInterrogo-me sobre o que teria feito se tivesse descoberto que era seguida por uma raposa e não um cão.

Não sei se encararia o facto com muita naturalidade... Não sei mesmo!

 

Um abraço

Cuide de si. Goste de si.

 

Imagens: arquivo pessoal e municipal

 

 

 

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.