Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

HOMENAGEM SINGELA A UMA AMIGO - O ESTILISTA AUGUSTUS

 

 

Conheci António Augustus pouco depois de ele ter regressado de Angola e se ter lançado no mundo da Moda.

Finais dos Anos Setenta do século passado

 

Dirigia eu a revista Mulher Hoje e Tricot-Crochet.

Cheguei até ele através de uma colaboradora que, também ela, tinha passado alguns anos em Luanda.

 

Entrevistei-o várias vezes.

Foi fácil tornarmo-nos Amigos. Essa Amizade estendeu-se à Clara Correa, sua mulher.

 

Recordo-o como uma pessoa  muito sensível, criativa, atenta aos amigos e disponível para eles.

 

 

Acompanhei ao longo dos anos ( foram quase 40!) a sua evolução como estilista.

Ele foi, sem dúvida, um dos pioneiros da Moda de Autor em Portugal.

 

 

Tinha um estilo muito próprio.

Uma clientela que se revia nas suas criações, nos seus bordados luxuosos, na fluidez das sedas ou mousselines ou nas texturas mais opacas, nos seus tailleurs clássicos ou mais vanguardistas.

Os seus vestidos de noiva ou de “noite” reconheciam-se –se à distância.

 

Olhando o passado devo recordar que nunca tive uma peça de vestuário desenhada por ele.

 

Muitas vezes ele mo lembrou.

Muitas vezes respondi: “Um dia passo pelo teu atelier e tratamos disso”.

 

Tanto ele como eu sabíamos que isso não aconteceria.

Era a ética, que sempre me acompanhou a minha vida, a ditar essa regra.

Hoje tenho pena.

 

Descansa em paz Querido Amigo.

 

Uma abraço solidário e fraterno à Clara.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.