Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

REGRESSO ANUNCIADO DA MODA PACO RABANNE

 

PARABÈNS!!!

 

 

 

 

Há  dias, meses e anos que fazem história, como marcos importantes nas nossas vidas.

 

Para a Maison PACO RABANNE 2011 será, por certo,  um ponto alto, uma vez que anuncia o regresso ao mundo da Moda.

 

Esperada com entusiasmo por muitos. Porquê?  Pelo vanguardismo e irreverência que tornaram  a moda Paco Rabanne uma referência ao longo de décadas.

 

Este regresso à moda vai fazer um "regresso gradual".

 

Para começar, uma edição limitada de acessórios inspirados em clássicos da marca.

Simultaneamente, a divulgação de parcerias com designers dev grande nomeada.

 

Manish Arora é o novo Art Director para o prêt-a-porter femino. Uma aposta segura!

 

Repare no colorido, originalidade e irreverência das suas criações (imagens em baixo)

 

A sua primeira colecção para a Maison Paco Rabanne -  Primavera / Verão 2012 – nserá apresentada  na semana da moda de Paris.

 

Tal como Paco Rabanne,  Manish Arora é conhecido pelo seu estilo provocador, inovador que associa técnica e beleza, um design que projecta a moda no futuro.

 

A criatividade de Manish e a energia  inspiradora dos colaboradores do recém criado Paco Lab, revela a aposta da Maison de Couture em reconquistar o êxito do Anos Setenta, com uma assinatura emocional e personalidade eclética, expressa através de uma imagem de luxo e sofisticação.

 

 

 

 

 

 UM POUCO DE HISTÓRIA

 

Desde o inicio da sua criação a Maison Paco Rabanne não deixou de atrair as atenções do grande público e da imprensa da especialidade.

Quem não recorda a primeira colecção - “12 vestidos impossíveis de vestir fabricados em materiais contemporâneos" – que mais não foi que uma declaração de princípios de um estilo.

 

Para uns, um estilo belíssimo...  para outros detestável.  Ninguém ficou indiferente.

 

Numa coisa, no entanto, a opinião foi unanime -  tratava-se de um estilo inconfundível, visionário e nada convencional. Como o seu criador.

 

Paco Rabanne um arquitecto de formação  convertido em designer, e a quem  Coco Chanel chamou de “metalúrgico da moda”, esqueceu os cânones tradicionais e ditatoriais da Haute Couture e rompeu com os cânones estabelecidos até então.

 

A descoberta e utilização de novos materiais e o desejo de embelezar a Mulher de uma forma especial viraram quase uma obsessão que se prolonga por mais de 30 anos.

 

Em 2006 Paco Rabanne põe fim às colecções de prêt-à-porter e Haute Couture por "considerar que já não cumpriam a sua missão". A Moda desaparece.

 

Em 2011 a Maison Paco Rabanne porocura relançar a sua imagem no campo da Moda – relança le69pacorabanne, uma bolsa emblemática, recriada pela equipe de Comme des Garçons.

 

Um bom começo, digo eu.

 

Reparem bem!

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.