Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

MANIFESTO

 

 

 VERMELHO - AFIRMAÇÂO DE UMA PRESENÇA

 

 

"Le rouge est au lèvres ce que le talon haut est à la silhouette ", dizia Yves Saint Laurent.

 

Não vou repetir o que muitos já sabem: sou uma apaixonada pela obra de Yves Saint Laurent.

Numa coisa não me convenceu: usar um batom vermelho. Ainda estou a tempo de exprerimentar...

 

Gostaria de vos dizer que o vermelho para Y.S.L era uma cor especial. Um símbolo de vida, com toda a sua força, emoção, brilho, poder. Um símbolo de feminilidade absoluta.

Mais do que uma "cor das heroínas",  o vermelho surge como um "manifesto", "uma mensagem universal que transgride todos os códigos, todos os tábus, para afirmar a sua identidade.

 

 

O batom Rouge Pur Couture, mais que um simples gesto de beleza, revela-se um ritual para cada mulher, uma vez que combina de forma inovadora, a protecção, sedução, cor e brilho.

 

As cores estão divididas em três famílias - vermelhos, fuchias e laranjas - uma reinterpretação moderna das cores emblemáticas do Costureiro feita por Stefano Pilati, Artistic Director de Yves Saint Laurent para quem " o vermelho  é a cor que melhor exprime a paixão".

 

A saber:

A tecnologia Rouge Pur Couture baseia-se em dois pontos essenciais: Uma base tranaparente e pura que protege a cor e evita o seu envelhecimento, e um tratamento inédito dos pigmentos.  "Os pigmentos utilizados são esmagados de modo a criar tons muito saturados e puros. A cor intensificada, é protegida por um "escudo" que aumenta o brilho e luminosidade."

 

A minha opinião:

 

Textura confortável. Acção hidratante e suavizante, protecção contra os malefícios do sol, devido à presença na fórmula de SPF15.

 

Cores para todos os gostos e estilos!

 

Na imagem reinterpreta-se uma das peças masculinas  - o smocking - que Yves Saint Laurent "impôs" como um must de qualquer guarda-roupa feminino, nos finais dos Anos Setenta.