Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

NINA RICCI - CORES E AROMAS

 

 

 

Uma leitora assídua fez-me uma pergunta que me deixou embaraçada: “Qual a colecção de Moda mais original para este Verão?”

Consultei os sites oficiais das Maison de Couture e em todas elas descobri peças que me agradavam profundamente.

 

Já no final da minha pesquisa lembrei-me de algo que me despertara grande curiosidade devido à sua proximidade com o mundo das aromas e fragrâncias que adoro.

 

Nem mais nem menos que a colecção Primavera-Verão de Nina Ricci.

Peter Comping desenvolveu um universo intimista e demonstrou claramente as suas tendências a nível de estilo e design: preservar a tradição da marca, adapta-la aos tempos que correm, recusando qualquer tipo de nostalgia.

 

A colecção  estival privilegia o equilíbrio das silhuetas, os tecidos moldam-se ao design e ao corpo. As sobreposições  e as transparências proliferam … a sensualidade anuncia-se. Discreta.

 

Indiscutivelmente, o que mais despertou o meu entusiasmo  - por ligado ao mundo dos aromas – foi a profusão de cores evocativas das mais raras flores, também elas desenhadas ou adivinhadas nos diversos acessórios.

 

 

 Um romantismo total que me fez recuar até à Corte de Versailles, um “espaço e um tempo” onde a laranja e flor de laranjeira portuguesas fizeram "furor olfactivo! no século XVIII. Olharmos os sapatos, as bolsas, as luvas é como recuar no tempo, é visitar um qualquer jardim em floração.

Querida Amiga, não sei se consigo responder à sua questão…Deixo algumas fotos que demonstram o que disse. Nada mais!

 

Já agora, seguindo esta linha de romantismo e flowerpower porque não recordar as mais recentes criações olfactivas Nina Ricci.  Paradis de Nina  e Ricci Ricci

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.