Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

UM PRÉMIO ESPECIAL

 

 

 

 

 

 

Jacques Rocher, através da Fundação Yves Rocher – Instituto de França distinguiu três projectos de mulheres portuguesas na área da sustentabilidade

A quarta edição dos prémios Terre de Femmes marca, uma vez mais, a aposta da Fundação Yves Rocher – Instituto de França na distinção de projetos de defesa e educação ambiental desenvolvidos por mulheres portuguesas.

 

Em 2013 e, à semelhança das edições anteriores, voltou-se a distinguir três projetos que visam promover e respeitar a sustentabilidade e o ambiente, implementados e desenvolvidos por mulheres portuguesas, eco-cidadãs, militantes do quotidiano e muitas vezes anónimas que agem a favor do ambiente.

 

Os prémios foram entregues por Jacques Rocher, Presidente Honorário da Fundação e um dos fundadores da mesma.

 

 

A primeira vencedora é Marta Pinto, com o projeto “FUTURO – o projeto das 100.000 árvores”.

É uma das impulsionadoras e responsáveis pelo reconhecimento oficial do “Cre.Porto – Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto”.

O prémio, de 5.000€, atribuído pela Fundação Yves Rocher – Instituto de França, permitirá dar visibilidade ao projeto que visa aumentar e melhorar a qualidade da área de floresta autóctone na Área Metropolitana do Porto (AMP) através de um processo colaborativo no qual têm um papel fundamental as autarquias, os cidadãos, as Organizações Não Governamentais (ONG´s), os proprietários florestais, as associações, as instituições de ensino, as entidades governamentais e as empresas.

 

 

A segunda vencedora é Raquel Alves, com o projeto “Aplicação dos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) no Apoio à Apicultura”.

O objectivo central deste projeto pioneiro em Portugal e inexistente em muito países, é o de recolher, desenvolver e implementar soluções que permitam gerir informações, válidas e preciosas, para a área de intervenção da Apicultura.

As abelhas, protagonistas deste projeto, são o termómetro do meio ambiente e contribuem para a produção agro-florestal através da sua ação polinizadora.

É essencial que esta seja valorizada, pois 76% da produção alimentar e 84% das espécies vegetais da União Europeia dependem da polinização das abelhas.

O Prémio Terre de Femmes, de 3.000€, vai ser aplicado em equipamentos e serviços necessários ao desenvolvimento do projeto e ainda, no âmbito de educação ambiental subjacente à Apicultura.

 

Margarida Gomes é a terceira vencedora com o projeto “Brigada  Verde-Comunidade Sustentável”, que visa estimular o interesse e a criatividade na busca de soluções mais sustentáveis através da participação ativa dos jovens no âmbito do programa Eco-Escolas.

O projeto pretende ser uma mais-valia para a Escola e para a Comunidade em que a mesma se insere, favorecendo o aparecimento de projetos de intervenção local que visem a melhoria da qualidade de vida, potenciando os princípios de responsabilidade social dos indivíduos e organizações.

O Prémio Terre de Femmes, de 2.000€, vai permitir implementar e apoiar financeiramente as melhores ideias a concurso no âmbito do projeto Brigada Verde.

 

PARABÉNS FUNDAÇÃO YVES ROCHER

PARABÉNS MARTA, RAQUEL e MARGARIDA!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.