Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

EVITAR A QUEDA DE CABELO

 

 

 

Confesso que no Outono tenho uma preocupação -  a saúde dos meus cabelos.

 

Olha atentamente a minha escova e, muitas vezes não gosto muito do que vejo.

 

O que devemos saber:

 

- É normal um cabelo cair.

 

- É normal perder entre 50 e 100 cabelos por dia, sinal de que o ciclo de vida do cabelo se cumpre.

 

- Se a queda ultrapassa esta percentagem é importante tentar perceber o que está a acelerar o ciclo fisiológico do cabelo.

 

- Pode ser consequência de factores internos ou externos que convem contrariar ao primeiro sinal de alarme.

 

Acredite que o stress, a dieta alimentar errada, a ansiedade, a poluição, factores genéticos ou hormonais podem contribuir para quedas de cabelo anormais.

 

Prevenir é a palavra que me ocorre.

Rectificando a alimentação, reharmonizando as nossas emoções, controlando a herança genética e os desquilibrios hormonais.

 

É o que faço e aconselho.

 

 O que há de novo no mundo da cosmética

 

PHYTOSTIM, Phyto, um spray anti-queda fortificante (unisexo) que actua na raiz e bulbo capilar para travar as quedas de cabelos iniciais, severas ou persistentes.

 

Características:

- Ajuda a evitar o agravamento da queda do cabelo inicial.

- Fortifica o cabelo e favorece o seu crescimento ao longo de todo o ano.

- Formula com 97% de ingredientes de origem vegetal e natural - extracto de shitaké,  procianidois de uva e óleo essencial de cananga ( travam a queda e protegem a zona peribulbar ) e glicoprotéinas de solanum e óleo essencial de alecrim para favorecer o crescimento e agir directamente no bulbo.

- Um gesto preventivo e de manutenção a fazer 2/3 vezes por semana ao longo de todo o ano.

- Textura leve e não gordurosa.

 

 

Como se aplica:

Em cabelos húmidos ou secos.

Abrir riscas e massajar ligeiramente do alto da cabeça às zonas frontais e parietais.

8/a 10 pulverizações são suficientes e resultados visíveis ao fim de 8 semanas de uso.

 

Nota:

- Estou a testar. A gostar bastante. Dos resultados, já visíveis, vos darei conta em breve.

- Pintura de Edgar Degas (Paris, 19 de Julho de 1834/ Paris, 27 de Setembro, 1917)

- Os post publicados não são publicidade redigida.

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.