Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

NO VINHO A BELEZA

 

 

Basta fazer um passeio nas vinhas portuguesas para perceber a riqueza cromática e aromática que nos oferecem.

 

O mesmo sucede com as vinhas de Smith Haute Lafite, em França, onde a Caudalie vai buscar a “matéria-prima”para os seus produtos de beleza.

Foram essas vinhas  em que as cores, a luminosidade e sombras vão mudando ao longo do dia , que serviram de inspiração a Mathilde Thomas, fundadora da marca, para a criação de três eaux fraiches que trazem a assinatura de perfumistas reconhecidos mundialmente – Anne Flipo, Francis Kurkdjian e Jacques Cavalier.

 

“Fleur de Vigne ,  relata o desabrochar efémero na madrugada, destas pétalas com um perfume delicado. Uma flor ardentemente esperada, desejada e festejada, como a promessa de um “millésime” excepcional, de um néctar inesquecível”, diz Mathilde. Criada por Anne Flipo combina a toranja, tangerina e o cedro com a flor do espinheiro e a pimenta rosa.

Zeste de Vigne , é uma fragrância radiosa e generosa e intensamente optimista como quando o sol, no seu zénite, salpica de manchas ofuscantes as árvores de citrinos da Orangerie da propriedade Smith Haut Lafitte”, em Francis Kurkdjian casa o limão doce, bergamota e Petit Grain com o patchouli da Java e os musgos. O resultado? Um aroma unisexo, elegante e moderno.

 

“Thé de Vignes é dedicado a esse momento mágico, entre a hora azul da noite e a hora muito branca do dia, quando o sol ainda quente incendeia o horizonte antes de desaparecer para o outro lado do mundo”. É indiscutivelmente o mais sensual dos três aromas, o que não espanta se analisarmos a sua pirâmide olfactiva – almíscar branco, neroli, gengibre, infusão de flor de laranjeira e jasmim. O perfumista, Jacques Cavalier.

 

A minha opinião: gostei dos três aromas.

 

 

 Adaptados a três momentos, três estado de alma