Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

PARA UMA "PRINCESA" URBANA

 

 

 

Elie Saab tornou-se célebre pelos seus vestidos de Alta-Costura. Extremamente femininos, são disputadas por grandes celebridades.

 

As suas colecções, apresentadas em Paris desde Outubro de 2005, manifestam o luxo subtil com efeito controlado, o desenho rigoroso mas cheio de glamour.

 

Em 2011, o universo de Elie Saab continua a expandir-se.

Depois do prêt-à-porter e dos acessórios, o Costureiro lanou a sua primeira fragrância - Elie Saab Le Parfum que respeita os códigos da Maison de Haute Couture.

 

“Uma fragrância que exprime uma feminilidade resplandecente e que, ao mesmo tempo, transcreve a dualidade presente no meu universo: a luz do Oriente e a modernidade do Ocidente”, afirma Elie Saab.

Um manifesto que anuncia uma nova forma de usar a marca Elie Saab.

 

Envolvente e subtil, a Eau de Parfum imaginada por Francis Kurkdjian, presta homenagem ao universo do Costureiro

"O que me apaixonou neste trabalho com Elie Saab foi a ideia de interpretar a luz; não tinha imagens precisas em mente, apenas sensações. A brancura de um sol no Zénite, uma feminilidade radiante, uma expressão moderna da voluptuosidade…”, explica o perfumista.

 

Composto como uma ode à luz, Elie Saab Le Parfum celebra o esplendor e o brilho de uma feminilidade radiante, misturando magistralmente flores e madeiras.

Flor de laranjeira, patchouli, jasmim sambac, mel de rosa e cedro casam-se na perfeição conferindo ao aroma envolvência, sensualidade, mistério, elegância. 

 

 

O design

 

 Elie Saab, apaixonado pelo design e pela arquitectura, idealizou um frasco de vidro de formas puras que multiplicasse os efeitos de luz, brilhos e transparências. Um objecto bonito e sensual.

 

"Procurava algo simples, de linhas rectas e com o rigor do cubo, a sensação de uma forma desenhada à mão, mas com a mesma densidade que possuem os objectos de arte. E a luz, sempre como fio condutor. A luz, para mim, é a força eterna”, explica.

 

O seu desejo foi materializado por Sylvie de France, que criou um frasco luxuoso, enquadrado na tradição da alta perfumaria. Um objecto que exprime uma estética decididamente moderna, entre a pureza das linhas e um brilho extraordinário. A transparência e a luminosidade reunidas num vidro denso, trabalhado como o cristal. Um autêntico prisma que capta até os mais ínfimos raios de sol, criando os reflexos infinitos de matiz mel e ouro da fragrância.

.

A cartonagem, absolutamente delicada e de uma elegância extrema, inspira-se na harmonia das cores das boutiques Elie Saab, apresentando-se num beije travertine. As letras em castanho chocolate, como a madeira de wengé, estão inscritas sobre a claridade de um branco texturado, adornado com um fio de ouro.

 

.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.