Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

ANTENA PARABÓLICA DE VONTADES

 

 

 

 Intuir as necessidades reais das mulheres e os desafios da sociedade em evolução, foram os pontos de

partida para a dinamização de PRADA. Ao leme deste “barco” Miucia Prada, neta do fundador.

 

 Luxuosa e plena de glamour, a moda PRADA, desperta na grande maioria das mulheres um intenso, e muitas vezes incontrolável, desejo de possuir uma ou mais peças. Algumas delas, na verdade, parecem verdadeiras jóias a olhar e usar…Sempre.

 

 Esta mesma sensação deve ter sentido, Anna Wintour, editora da  Vogue americana ao declarar: “Prada é o único motivo para alguém assistir à temporada de moda de Milão”.

 Não vou tão longe, mas tenho de admitir que as colecções PRADA são sempre esperadas com grande expectativa e  não criam frustrações. Em suma, Prada ...é Prada. Miucia Prada é o seu segredo.

 

 Tímida, pouco dada a entrevistas e eventos sociais, Miuccia representa na Moda, a intérprete do seu tempo, uma " verdadeira antena parabólica de vontades". Mais que isso: antecipa vontades. Ao lançar nos seus   desfiles, uma moda que ainda não imaginávamos poder vir a suscitar o nosso interesse e desejo.

Actualmente, considerada por muitos a “papisa da moda italiana, trouxe para as suas colecções uma mulher inteligente, bem informada, ousada

e inovadora, imagem bem diferente do estilo feminino e sensual proposto por muitos Criafdores e Costureiros.

 

Licenciada em Ciências Políticas, Miuccia Prada nasceu, em Itália, a 10 de Maio de 1949. Na sua juventufde participou em diversos movimentos estudantis. Maio de 68 em Paris alastrou um pouco por toda a Europa e Itália não esteve isento de manifestações sociais e politicas.

Criatividade, dinamismo, objectividade eram alguns dos seus traços de personalidade. Não se afastou deles ao longo da vida e os resukltados não deixam espaço para dúvidas.

 

 

Com 28 anos – e pouco convencida – juntamente com o seu futuro marido, Patrizio Bertelli, assumiu o controle da empresa, substituindo a mãe. Rapidamente percebeu que o importante era modernizá-la e, simultaneamente, fazê-la recuperar o glamour de outros tempos.

 

Fazer acessórios foi o primeiro passo. Acessórios que fossem práticos, elegantes e belos.

 

Uma bolsa-mochila Prada de nylon ajustada com tiras de couro constituiu um marco da Casa Prada. Foi um sucesso. Quem se lembraria de recorrer a um material normalmente utilizado para fazer tendas militares? Miuccia Prada. 

 

Ao responder às necessidades das consumidoras lançou as bases para um estilo dificilmente ultrapassável. “Uma bolsa ou um sapato são formas de nos identificarmos com um estilo, sem necessidade de “submissão” a um “look total”, afirma a estilista.

Bolsas e outros acessórios em nylon foram estampados com o triangulo metálico invertido em que se lia o nome da marca e rapidamente se tornaram objecto de desejo, usadas por modelos como Jerry Hall.

É da mesma época, o ténis com “ar de sapato” (ou será sapato com ar de ténis?) que, chegou, viu e venceu.

 

Quem  não tem um par, pelo menos, para usar num fim de semana ou se deslocar no dia a dia?!

 

A Casa Prada dava passos seguros para se transformar num ícone mundial do mercado de luxo.

A colecção de sapatos, em 1985 e, no ano seguinte, a inauguração da primeira loja em Nova Iorque, antecedem a apresentação da primeira colecção de roupa, em 1989, e aclamada pela sua inovação – linhas puras, quase austeras, ausência de sensualidade, novos tecidos e tecnologias.

O tom “intelectual” da colecção levou a critica a comparar a Prada à Gucci: “enquanto a mulher Gucci bebe uma tequilla num bar, vestida com mini saia e top, a mulher prada, lê Proust num café.”

 

 

 

A segunda linha da marca – MIU MIU -, surge em 1992, tendo como público alvo uma juventude cosmopolita, a quem confere o status de ícone de moda.

1995, marca a apresentação da colecção masculina a que se segue em 1997, uma linha desportiva de roupas e acessórios – Prada Sport.

A seguir? Colecções de relógios, roupa interior, cosméticos, perfumes, linha de decoração para casa, abertura de boutiques por todo o mundo, mais de 310. Lisboa, é uma delas. Na Avenida da Liberdade. Muito em breve.

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.