Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

DO DESERTO PARA A NOSSA PELE

 

UM ÓLEO NUTRITIVO E REPARADOR

 

 

 

 

 

Quando pela primeira vez assisti, em Marraquexe, ao festival das Artes de Marrocos e tive a oportunidade de visitar algumas tribos nómadas que o integravam, fiquei espantada com a qualidade da pele e dos cabelos daquelas gentes.

 

Foi-me dito que utilizavam “um óleo sagrado” extraído de uma árvore do deserto – o óleo de argão. Um segredo e uma técnica de extracção partilhado de geração em geração.

 

Anos mais tarde ouviria falar desse óleo mas com uma diferença: o conhecimento empírico das propriedades do óleo de argão  acabara por ter reconhecimento científico.

 

 Rapidamente, algumas marcas de cosmética  e dermo - cosmética o integraram nas suas fórmulas. Em boa  hora, direi

 

A extracção do óleo de argão é feita sem  recurso a torrefacção nem solventes químicos  o que leva a que a sua qualidade seja excelente.

 

A saber:

 

- É nos limites do deserto marroquino que se pode encontrar no seu estado selvagem, uma árvore milenar que é considerada tradicionalmente “fonte de vida”– a Argânia.

- Dotada de uma vitalidade extraordinária virou lenda do deserto pela sua capacidade de sobrevivência e renascimento ao longo de séculos em condições extremas

- Designada frequentemente como “ouro do deserto”, devido à sua cor amarelo-âmbar, o óleo de argão obedece a um ritual de extracção artesanal levado a cabo pelas mulheres berberes que deste longa data o utilizam para proteger e embelezar a pele do rosto, das  mãos,  do corpo e os cabelos. É utilizado, igualmente, na nutrição dos cabelos e na alimentação

Os Laboratoires Galénic , “conjuntamente com a Fundação Mohamed VI , comprometeu-se na investigação e salvaguardada argânica de forma  a : replantar as argânicas, proteger e desenvolver os equilíbrios naturais; melhorar o nível de vida das populações locais, desenvolver a investigação cientifica sobre a argânica tanto no domínio da saúde como no da beleza”.

 

Na cosmética

 

Galénic/ Laboratoires Pierre Fabre é pioneira na utilização do óleo de argão. Fá-lo há mais de 20 anos e a sua investigação materializou-se em 4 patentes exclusivas o que lhe permitiu a o desenvolvimento de um óleo  único com uma eficácia comprovada para nutrir e regenerar as peles secas e combater o envelhecimento cutâneo.

 

A linha Argane com óleo de argão, ideal para peles secas ou muito secas, é composta por uma série de produtos para rosto e corpo.

 

Os meus preferidos? Sem sombra de dúvida o Óleo Seco Corpo Suavidade Intensa e  o Creme Lifting Redesenficante  Cuidado Anti-envelhecimento.