Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

MINI FÉRIAS REVIGORANTES

 

De tempos a tempos apetece-me "hibernar".

Largo o computador, o telemóvel...a televisão.

 

Não, não é um retiro no sentido "stricto" da palavra.

 

É a necessidade de me reencontrar, pôr de lado toda a informação... viver em contacto total com a Natureza.

 

Procuro seguir os seus ciclos.

Respeito os seus horários. O sol serve-me de relógio.

E, como é bom vê-lo nascer ...como é fabuloso assistir ao seu desaparecimento atràs dos montes.

 

Nestes momentos tenho por única companhia os ruídos que me são oferecidos - o cão que ladra contente por ver o dono, os pássaros que cantam indiferentes à minha presença, o murmurear das águas frescas e limpidas.

 

 

Mas não só.

Os sinos ouvem-se ao longe anunciando as "Avé-Marias"

As crianças regressam da escola...os homens jogam o chinquilho ou às cartas.

As mulheres conversam enquanto enchem os cântaros no fontanário público.

 

A beleza/riqueza destas coisas simples rodeia-me, liberta-me de preocupações, conduz-me a uma viagem ao meu mundo interior onde o stress não tem lugar.

 

Este ano visitei as aldeias de xisto, bem próximas da minha terra natal, Castanheira de Pêra

 

Locais lindos, prazenteiros que oferecem momentos de rara beleza.

 

Cheguei cansada. Parti feliz. Muitos livros relidos, muitos passeios "sem horas ou destino".

Uma gastronomia a que é complicado resistir.

 

Uma "hibernação" que me recordou a infância, alguns Amigos e, especialmente, me trouxe momentos de grande paz e harmonia.

Soube-me a pouco...

 

Tive pena de não assistir à romaria do Santo António da Neve.

Fica para o ano.

 

Boas férias, se fôr caso disso.