Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

DANÇA NO METRO

 

 

 

 

 

Andar de metro é rápido mas nem sempre agradável.

 

Multidão nas horas de ponta, rostos carregados de cansaço ao fim da tarde....e de manhã.

 

Raramente consigo vislumbrar um sorriso...nem no rosto de crianças.

Namorados? Menos exuberantes.

 

Ontem foi uma excepção.

No percurso ente Campo Grande e Alameda ( Lisboa) o inesperado aconteceu - um casal de italianos de "meia idade" começou a dançar ao som de um tocador de  tangos "ambulante".

 

Uma enorme cumplicidade, sensualidade qb, nenhum vislumbre de "submissão de mulher", uma alegria (inusitada na dança) que se foi estendendo a todos os que os circundavam e levou o "tocador" a prolongar a estada na mesma carruagem.

 

No final uma ovação espontânea para o casal e tocador de acordeão.

Um sorriso em muitos olhos e lábios.

Um momento descontraído num dia de chuva torrencial e vento intenso.

 

 

 

A saber:

O Tango segundo os entendidos mistura "o drama, a paixão, a sexualidade, a agressividade, é sempre e totalmente triste. Como dança é "duro", masculino, sem meneios femininos, a mulher é sempre submissa. O ritmo é sincopado, tem um compasso binário. A síncope é de uma nota tocada no tempo fraco que se prolonga até um tempo forte, o que movimenta a música e desloca acentuação do ritmo".

 

 

"Nos anos 20 , cantores como  Carlos Gardel,Ignacio Corsini e Agustín Magaldi, e cantoras como Rosita Quiroga e Azucena Maizani , venderam muitos discos na florescente indústria discográfica argentina e difundiram o tango para fora da Argentina.

 

Os anos 40 marcam a segunda época de ouro do tango , quando novos valores do tango como Aníbal Troilo , Astor Piazzolla , Armando Pontier se juntam a nomes consagrados como Francisco Canaro e Carlos di Sarli , isso sem contar o fenômeno de popularidade que foi a típica de Juan D'Arienzo."

 

 

Deixo-vos com um tango - Volver /Carlos Gardel - de que aprendi a gostar com as actuações da Orquestra de Tangos de Coimbra.

 

A gravação é antiga.

 

 

 

 

 

 

Devo dizer que a interpretação de "Volver" pelos " Antigos Tunos de Coimbra"

 não é pior.

Em minha opinião, melhor ... por mais sentida.

A voz do cantor é fabulosa.

 

 EXCELENTE FIM DE SEMANA