Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

VIVER AO RITMO DA NATUREZA

 

 

 

 

Durante 10 dias “esqueci o computador, a internet, o móvel…”.

 

Isso mesmo. Fiz férias. 

Dediquei-me à leitura, à música, aos passeios pelo campo e à jardinagem.

 

Confesso que nos primeiros dias esse “divórcio consentido” pareceu-me estranho.

Depois, fui-me acostumando e senti-me muito bem. Demasiado bem.

 

Sem acesso ao email, informações meteorológicas, móvel ou relógio deixei-me conduzir pelo tempo - ora muito frio (lareira nas vésperas do Solstício de Verão foi  uma realidade!!!! ) ora muito frio.

 

Tratou-se de um verdadeiro "encontro comigo própria" em que as horas de sono “foram  o que foram”, as refeições obedeceram às exigências do meu corpo - muitos frutos e vegetais, sopas "com legumes acabados de apanhar, batatas “novinhas”...

 

As caminhadas sucederam-se.

Os passeios para colher algumas flores ou fazer algumas fotos foram, pontualmente, interrompidos para descansar sob um velho castanheiro ou carvalho e saborear um pequeno ( mas saboroso!)  picnic.

 

 

(Re)descobri a ribeira e os seus sussurros.

Relembrei a técnica da pesca à truta que, na minha juventude,  o meu Pai fez questão de me ensinar.

 

Este viver ao “ritmo” da Natureza, esta comunhão   com o "Todo" não poderia ter sido melhor.

 

(Re)lembrar os “gestos simples” teve sobre o meu corpo e alma um efeito salutar!

 

Vou ter saudades…

 

Deixo uma sugestão:  sigam o meu “menu”, caso possam, e vão ver que, para além de se sentirem verdadeiramente repousadas(os), as mini férias serão muito económicas.

 

 

BOAS FÉRIAS, se for caso disso.

 

2 comentários

Comentar post