Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

Fragrâncias

Perfumes, Práticas e Discursos

UM LIVRO FABULOSO

 

 

 

 

 

Mario Testino, Private View, um livro que vale a pena folhear com atenção.

 

Com enorme sensibilidade Testino dá-nos a sua visão sobre algumas celebridades do mundo da moda, arte, cinema.

 

Angelina Jolie, Kate Winslet, Madonna, Gisela Bundchen, Princesa Diana, Kate Middletob e o principe William, Lady Gaga, Nicole Kidman...são alguns dos seus clientes.

 

De origem peruano Mario Testino radicou-se em Londres onde começou por fotografar modelos em busca de fama.

Actualmente é uma "celebridade" requisitada por quem deseja ter uma imagem única.

 

Na verdade, Testino sabe fixar o momento, o segundo que vai fazer a "diferença".

 

Estou a recordar a publicidade de uma das fragrâncias Missoni: após longas horas de fotos...surgiu uma que foi a imagem do aroma feminino - a da herdeira Missoni a sair descontraidamente da piscina.

 

O seu olhar especial sobre o mundo e atento aos "detalhes" é requisitado pelos grandes Costureiros e designers de Moda para campanhas de publicidade que desejam "únicas".

O mesmo acontece com grandes marcas ligadas ao mundo da cosmética e perfumaria.

 

 

Para quem gosta de moda e arte.. não perca o livro que foi editado pela Tashen.

 

Uma "materialização" da exposição que decorrerá em Xangai de 2 de Novembro a 3 de Dezembro, no Shanghai Arts Museum.

 

  

 

 

 

 

 

 
 
 

CAUSAS DE ENVELHECIMENTO

 

 

 

O álcool, o tabaco, a poluição ambiental, o stress, os conservantes alimentares, a falta de sono, o consumo exagerado de medicamentos de síntese contribuem para o envelhecimento e para a queda de cabelo.

 

Infelizmente, estes fenómenos são cada vez mais frequentes e sentidos em idades cada vez mais jovens.

 

Quem o diz são alguns especialistas baseados em estudos comparativos de diferentes realidades vividas em algumas zonas do globo.

 

 

Assim, uma análise sobre os hábitos alimentares e sociais de algumas comunidades que vivem em circunstancias identicas - a região de Abjasia na Georgia, os vales Hunza e Vilcabamba no Paquistão e Perú, respectivamente -  conclui pela existência de uma grande percentagem de pessoas que ultrapassam os 100 anos. 

 

Segundo esses estudos existem denominadores comuns a essas três comunidades:

- Todos vivem em grandes altitudes - cerca de 2000 metros - e em plena natureza onde abunda ar puro e grande quantidade de ioes negativos.

- Existem variações climáticas  - frio/calor - muito grandes e as casas não estão preparadas para as enfrentar o que é sinónimo de resistênvcia a longos períodos de temperaturas bastante baixas.

- A dieta alimentar é constituida por legumes, fruta, cereais. Raramente comem carne (uma vez por semana), ovos e leite. 

Calorias? Cerca de 1200 dia.

 

Dizem, pois, os estudiosos que para prolongar a nossa vida é essencial ter uma dieta alimentar correcta, evitar o stress e as "agressões ambientais".

É essencial por de lado, ou reduzir drasticamente, hábitos pouco saudáveis - tabaco, vida sedentária, ansiedade...

 

CUIDE DE SI

GOSTE DE SI

 

 

AROMA A NÃO PERDER

 

 

 

Gabrielle Chanel viveu momentos de grande alegria e de profunda tristeza em Veneza.

Ali se "despediu" do grande amor da sua vida - Boy Capel - vitima de um acidente de viação, em 1919.

 

Dizem os seus biografos que esse tempo de dor a conduziu a uma certa introspeção que viria a influenciar toda a sua vida. O seu "estilo" não foi excepção.

 

Dizem alguns especialistas que o sofrimento pode conduzir a processos criativos.

A autênticos processos de renovação.

Afinal não é a noite a outra face do dia?

 

Terá sido o caso de Chanel.

O desaparecimento de Boy Capel "deu vida a outra vida", conduziu a outros caminhos que a transformariam num dos maiores mitos da Moda do século XX.

  

Não admira que a sua vida e obra façam "correr tinta" e originem alguns livros fabulosos, algumas teses de mestrado.

 

Chanel...é Chanel!

 

 

Quem de nós não gosta das suas bolsas, das suas pérolas, dos seus taillueurs, dos seus sapatos bicolores....da "la petite robe noire" que Audrey Helpburn imortalizaria no filme Breakfast at Tiffany’s?!

 

Lagerfeld tem sabido reinterpretar o seu estilo único.

Os perfumistas conseguem seguir um estilo, uma forma de estar independente mas ultra feminina - a da Demoiselle Chanel.

 

Para assinar mais um aniversário da fragrância Coco ou para homenagear a fundadora da Maison, surge uma eau de parfum sedutora e intrigante - Coco Noir

 

 

Segundo o perfumista Jacques Polge, "a criação de Coco Noir Eau de Parfum exigiu uma pesquisa profunda que considerou as tradições da grife e outras fragrâncias históricas, como Coco e Coco Mademoiselle. É o que costumo chamar de cultura ‘Chanel Coromandel’, é o que se vê e se sente ao entrar no apartamento onde ela [Gabrielle Chanel] viveu.

 

Lançado em 1984, o perfume Coco apostava em acordes amadeirados, florais e frutados, uma homenagem à sensualidade e essência femininas.

 

Em 2001, Coco Mademoiselle revela uma explosão de flores e frutos, uma explosão de "sensualidade inocente".

Com Coco Noir Eau de Parfum (lançado esta semana) surge " um grande barroco nocturno, um passeio pelo universo de Gabrielle Chanel, que trouxe para as suas criações e para a sua vida pessoal todo o glamour da cor preta e a atmosfera elegante e discreta de Veneza, um de seus destinos favoritos aos pés do Mediterrâneo..."

 

Se analisarmos a filosofia que esteve na base da fragrância, podemos concluir que o objacetivo era "interpertar olfactivamente o negro", cor de eleição de Chanel.

Jacques Polge fê-lo de uma forma sublime.

 

As notas de abertura são citricas: bergamota de Calábria e toranja.

No coração, um  bouquet floral sedutor e feminino -  rosas, narcisos e jasmim.

As notas de fundo apelam à sensualidade, à envolvência, ao tempo sem tempo ...

Fava Tonka e cumaru do Brasil, patchouli ida Indonésia,  sândalo,almíscares brancos, baunilha, tudo em quantidades perfeitas.

 

 

O frasco de Coco Noir segue o clássico estilo dos anos 80, idêntico ao da fragrância Coco que, por sua vez, seguia a linha do célebre Nº 5 .

Design retangular e tampa lapidada como uma grande pedra preciosa.

Cor? Obviamente, preto, a cor preferida de Gabrielle Chanel.

Se Coco vestiu a Mulher, em 1926, com "La Petite Robe noire"... a Maison Chanel "veste" de preto o frasco mitico que Coco escolheu com o perfumista Ernest Beaux.

 

Quem lhe vai resistir?!

Deixo-vos com uma frase de Chanel: "Uma mulher só precisa de duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame”

 

 

 

ELE DISSE

 

 

Um perfume é como um ladrão instalado no vossos cérebro, tem a chave que abre o cadeado, e quie solta das memórias

 

Roja Dove, perfumista

 

 

 

 

 

 

 

UMA FRAGRÂNCIA "COUTURE"

 

  

 

 

Dahlia Noir é um verdadeiro presente da Maison Givenchy para todas as mulheres que apreciam a qualidade, o exclusivo, o requinte, a sofisticação, o luxo... a diferença.

Para mulheres que seduzem e gostam de ser seduzidas.

 

Anuncia, também,  uma nova era na Givenchy Parfums que, em 1957, fez história ao criar  L'Interdit, um exclusivo inicial de Audrey Helpburn , grande amiga e inspiradora de Hubert de Givenchy.

Tratava-se de uma fragrância "haute couture", única, como única era a Mulher a quem foi dedicada.

 

Dahlia Noir - colocado hoje à venda em Portugal -, evoca uma sensualidade subtil, o enigma da feminilidade, a sua personalidade sempre única.

O aroma está de acordo com as peças de Haute Couture criadas por Riccardo Tisci, Director Artistico Givenchy, apelativas do sonho, fantasia, muitas vezes revisitando temas mitológicos ou cinematográficos. 

 

 

Uma flor sem aroma

 

O perfumista François Demachy é o responsável pela formulação de Dahlia Noir, por dar vida olfactiva a uma flor sem aroma...

Para isso, mergulhou no imaginário de Riccardo Tisci, bem como na sua história de família.

As notas empoadas, presentes na fragrância, remetem para uma doçura maternal, uma visão tradicional do mundo feminino, da sua generosidade e sentido de protecção... 

 

Dahlia Noir é um "floral chypré" que reune na sua pirâmide olfactiva notas aromáticas de grande carga simbólica -  rosa, iris, acacia, sandalo, patchouli...

Quem sabe, por isso, Dahlia Noir procura tornar cada mulher num ser único...

"Recriar" a "deusa que existe em cada uma de nós", como dizem algumas correntes orientais.

 

Mensagem publicitária

 

Dirigido por Fabien Baron, o filme de Dahlia Noir surge como um convite a vivenciar um momento poético, a assistir a um ritual pagão que celebra a invocação de uma qualquer profecia...

 

Como um um personagem vindo de um "outro mundo", como uma deusa de um tempo mítico, Mariacarla Boscono, transoõe as portas de um "templo" por entre as transparências de um chiffon preto esvoaçante.

O corpo, andrógeno, veste-se de tiras de couro e seda.

Segue-se um ritual mágico... e o regresso ao "templo"... um longo vestido preto acaricia-lhe o corpo.

 

 

 
 
 
 

CABELOS PARA O OUTONO

 

 

 

 

 

O que se vai usar no próximo Outono-Inverno?

 

Poder-se-á afirmar que as tendências vão responder a todos os gostos e preferências.

 

Um denominador comum a todos os estilos - necessidade de cuidar os cabelos com produtos correctos. Só assim o resultado será perfeito.

 

Que tal, no regresso de férias, dar um salto a um cabeleireiro e ouvir uma opinião correcta sobre as necessidades reais dos seus cabelos?!

 

É um "investimento" que pode evitar gastos futuros.

 

 

 

Escolha o seu estilo... 

 

 

1. Cabelos longos

 

Foram vistos nos desfiles de Roberto Cavalli, Chloé, Paco Rabanne, Miui Miu ou Burberry .

Evocam os Anos 70 (século XX) e, com frequência, são lisos e com risco "ao meio"

Existe, no entanto, alguns criadores que lhes dão algum movimento. 

(Um corte das pontas e um produto que previne alguns problemas - pontas secas ou espigadas - são essenciais).

 

2. Cabelos apanhados

Rabos de cavalo, lisos e com risco ao lado.

Dão um ar jovem ora descontraído ora sofisticado.

Proliferaram nos desfiles de  Christian Dior, Calvin KleinMarc Jacobs, DKNY, Anna Sui

(Atenção aos elásticos...nada de estragar os cabelos!)

 

3. Franjas geométricas

 A rondarem as sobrancelhas,  foram apresentadas nos desfiles de Versace, Elie Saab, Antonio Berardi, Marni e já foram adoptadas por Penelope Cruz, Reese Wiitherspoon e Rooney Mara.

 

 
4. Risco "ao meio"
Em cabelos soltos ou apanhados surge como uma alternativa à tendência ao "risco lateral".
Alberta Ferreti, Dior e Guido Palau são alguns dos incentivadores deste look um tudo-nada dramático.
 
Já escolheu o estilo que vai adoptar?
 
A não esquecer:
- Use o que a favorece "realmente".
- Não seja "escrava" das tendências de moda.
 
BOAS FÉRIAS, se for caso disso

 

 
 
 

IRRESISTIVEL DIOR

 

 

 

 

 

 

Haute Couture estendeu-se à decoração.

 

Salões - com paredes cobertas de flores - encheram-se para assistir à grande estreia de Raf Simons como Director Artistico da Maison Dior.

 

Esta primeira apresentação não desiludiu os fãs da Dior e os críticos foram unanimes - "Raf Simons entrou com o pé direito".

 

Na verdade, Simons,  debruçou-se sobre o arquivo da Maison e "agarrou" o estilo.

 

"Estou muito contente por colaborar com esta grande casa. Para mim, Christian Dior sempre foi o maior de todos os estilistas. A casa da Dior é o símbolo de elegância absoluta. Tenho um profundo respeito por seu know-how único. Estou plenamente consciente da honra e responsabilidade que são confiadas para mim hoje como diretor de criação para a marca mais famosa do mundo francês", afirmou.

 

Entre Christian Dior e Raf Simons existem alguns pontos em comum - para além de terem adoptado a moda como ofício, partilham o gosto pela Arte.

Essas "paixões" estão patentes nas suas colecções.

 

 

 

 

 

 

 

 Nota: quase um século separa estas duas imagens. O mesmo estilo...a mesma elegância.

 

Não perca os video com as imagens da passagem.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

UM AROMA DIVERTIDO E OPTIMISTA

 

 

Adoro Issey Miyake!

 

Porquê?

Pelo design que procura conciliar o Oriente (onde estáo as suas origens) com o Ocidente, espaço que o acolheu e onde se foi afirmando como grande Criador de Moda.

 

Mas não só.

Adoro as cores, ora brilhantes e solares, ora crepusculares.

 

Adoro os plissados - apresentados, pela primeira vez, em 1993 - que "acompanham" o corpo deixando perceber a silhueta, "soltam" os movimentos e dão sensualidade a quem os enverga.

 

Adoro os acessórios.

Devo dizer que tenho uma bolsa de toilette, verdadeira escultura, que guardo religiosamente.

 

Adoro as fragrâncias.

Frescas, sofisticadas, envolventes.

Continuo a usar L'Eau d'Issey... vão lá muitos, muitos anos.

 

Estou, pois,  desejosa de descobrir o novo aroma que se anuncia para este Outono - Pleats Please.

Segundo as informações que consegui obter trata-se de uma fragrância " "floral-frutada", alegre e optimista que retoma as tradições japonesas da Maison Miyake".

 

Assinatura? O perfumista Aurelien Guichard.

 

Nas notas de saída a pêra Nashi. No coração, notas de ervilha doce e peónia. Nas notas de fundo, a envolvência do patchouli, do cedro, da baunilha e do almíscar branco.

Os "ingredientes" garantem o êxito.

A imagem publicitária e o video são fabulosos. Ora veja:

 

 

 

 

OS CABELOS E A IDADE

 

 

 

 

São famosos. Ricos.

Aparentemente possuem tudo para serem felizes.

Cuidam do corpo e não descuram os detalhes das roupas e acessórios.

 

São admirados e "invejados" por muitos.

 

Mas existe algo a que não podem fugir e que é um denominador a todos nós - o envelhecimento.

 

E não me refiro às rugas que ano após dia se vão mostrando.

 

Falo dos cabelos.  Também, eles,  envelhecem.

 

 

Como se manifesta o envelhecer dos cabelos?

 

.De uma forma evidente:

- Perda de densidade capilar

- Maior porosidade do cabelo, sinónimo de cabelos mais frágeis e quebradiços.

- Couro cabeludo com tendência a ficar mais seco. Porquê? As glandulas sebáceas diminuem de actividade.

Existem soluções para contrariar este fenómeno?

A resposta é positiva. Mais: essas soluções devem ser seguidas ao longo dos anos e não resumirem-se aos momentos "criticos".

 

- Começar de "dentro para fora" é essencial, isto é, fazer uma alimentação equilibrada.

- Apostar nas proteínas e micronutrientes

- Combater o stress.

- Evitar os excessos - sol directo sobre os cabelos ou calor excessivo do secador.

- Evitar ar condicionados e ambientes poluidos.

- Tomar suplementos alimentares que ajudem a densificar os cabelos. (Adoro Inneov Massa Capilar!)

 - Usar produtos especiais para cabelos maduros. Porquê?

Porque nas suas formulas integram anti oxidantes, proteínas, gorduras e ácido hialurónico que ajudam a nutrir e densificar os cabelos.

 

A Redken, L'Oréal, Phyto, Inneov, por exemplo, encontra produtos excelentes para contrariar os sinais do envelhecimento capilar.

 

 

Nota: Imagens de Meryl Streep - Miranda -  em "O Diabo veste Prada".

Acreditem que manter a beleza dos cabelos grisalhos não é fácil.

 

 

 

 
 

ELE DISSE

 

 

 

 

 

 

 

 

"(...)

Em cada gesto,

Em cada grito,

Em cada verso!

Sincero sempre, mas obstinado

Numa sinceridade

Que vende ao mesmo preço

O direito e o avesso

Da verdade."

 

Câmara Escura - Antologia Poética de Miguel Torga.

Coimbra, 1981.

 

 

Mão amiga relembrou-me este poema de Miguel Torga.

Tive a sorte de o conhecer em Coimbra.

Uma personalidade rara.

Um excelente nédico e Homem de letras.

(As tertulias dos cafés Arcádia e Brasileira, em Coimbra, vieram até mim.
Por ali aprendi muito com "gente" verdadeiramente excepcional.
O tempo passava a voar...).
 
BOM FIM DE SEMANA
 

Pág. 1/2